- Meus Dois Anjinhos esperem por mim um dia nos reencontraremos e seremos felizes na presença de Deus. Amém! -
SE QUISER PARAR A MÚSICA É SÓ CLICAR NOS DOIS TRACINHOS II ACIMA DO PAINEL DO BLOG.

quarta-feira, 29 de agosto de 2012


Gifs Animados Shakes Kawais


Oi Amores, meus dois anjinhos lindos da mamãe.

Hoje eu vim aqui pedir perdão para vocês dois, pois me sinto culpada por ter perdido vocês, principalmento meu primeiro filho que quando eu perdi a médica disse prá eu nem olhar porque essa lembrança iria ficar marcada em mim e que eu nem ia querer engravidar novamente porque não era um bebê formado, aí eu nem olhei, minha mãe ainda quis trazer você para ser enterrado, ela queria enterrar você no quintal daqui de casa e a médica disse que achava melhor não trazer e eu fui de acordo as opiniões da médica eu me lembro que eu disse " a gente ainda vai levar daqui um bebê vivo e saudável", meu Deus como eu fui egoísta, que tipo de mãe mais desumana eu fui, como eu tenho remorso por isso. Espero um dia poder encontrar meu primeiro filho para olhar para ele, coisa que eu não fiz em vida e pedir perdão para ele, se ele achar que eu mereço ser perdoada eu vou me sentir muito feliz, mas se ele não quiser me perdoar eu vou entender perfeitamente e vou carregar essa culpa onde eu for.
Eu não quero me justificar pois tenho consciência do meu erro, mas acho que nessas horas a gente fica meio passada.
Outro dia uma amiga me criticou por isso e me disse que se fosse ela que não deixaria o filho dela lá. Minha mãe as vezes recorda e fala "Meu Deus será o qoi feito daquele bebê?"
Lembro que meu marido pediu prá ver e quando a médica foi pegar para mostrá-lo minha mãe falou que ele estava dentro de uma sacolinha branca plástica, dessas de mercado.
Eu quis engravidar pela segunda vez para amenizar a dor que eu sentia, para poder fazer tudo diferente e para que assim eu pudesse diminuir a minha culpa, mas foi muito mais traumático porque agora eu tenho duas culpas nas costas pela morte de dois filhos que estavam dentro de mim. Eu procurei dar mais repouso na segunda gravidez, até meus hábitos alimentares eu mudei, aliás na minha primeira gestação eu fiz de tudo para ter uma alimentação mais saudável, mas eu sinto que poderia ter cuidado ainda mais.
Tá certo que eu procurei fazer tudo de acordo ao que os médicos me recomendávam ao at´mais, mas ainda assim fica aquela sensação que eu poderia ter me cuidado muito mais e meu marido também poderia ter me proporcionado um estado melhor de conforto, pois houveram algumas contrariedades, mas ele só acha que é porque eu tenho algum problema e ele não tem culpa de nada.
No hospital quando eu perdi meu segundo filho as enfermeiras falaram para minha família que o feto só é liberado para ser enterrado quando o peso dele é acima de 500 gramas e o meu com aproximadamente 14 semanas de gestação ainda não tinha esse peso, pelo menos pela Usg não tinha. Isso me aliviou um pouco, mas ainda assim pois o meu eu perdi em uma clínica.
Minha cabeça ficou muito confusa desde minha segunda perda gestacional, no começo da minha segunda perda eu pedi a Deus até que me levasse junto, eu estava me sentindo sufocada, arrasada.
A verdade é que certas coisas não saem da minha cabeça e nem do meu coração não há um só dia que não penso nos meus dois filhos, eu peço para eles que fiquem nos braços de Nossa Senhora Aparecida pois foi a ela que entreguei meus dois anjinhos em oração quando eles se foram dessa vida e peço a Nossa Senhora Aparecida para ser para eles a mãe que eu não pude ser, porque na verdade, na verdade eu só queria ter alguém para eu poder chamar de filho(a) para dar todo carinho todo amor e toda proteção para esse(a) filho(a), eu sempre sonhei com esse momento desde minha infância e eu não estava preparada para que ele fosse tirado de mim de uma maneira tão brutal, tão violenta.
A culpa, eu sei que ela nunca vai passar, eu vou ter que conviver com ela até o fim dos meus dias de vida ou quem sabe até depois, pois acho que esse sentimento vai muito mais além da vida.
Depois de um certo tempo, acho que mais ou menos um mês depois da perda do meu segundo bebê eu e meu marido (mais ele do que eu) decidimos mecher na construção de nossa casa que já estava parada há algum tempo e isso foi bom por um lado porque me distraiu muito, mas eu me senti pressionda quando eu vi que algumas pessoas da família do meu marido começaram a interferir, o que abalou meu estado emocional ainda mais. Ma graças a Deus eu tenho uma família maravilhosa, se não fosse a ajuda de meus pais e da minha família acho que teria enlouquecido. Hoje eu tenho minha casa própria. Ainda falta muita coisa, mas é minha, pequenina porém minha.
Agora, eu estou me preparando para engravidar, peço a Deus que não me deixe passar por mais nenhuma perda, pois eu me conheço e acho que se acontecer de novo eu não vou ficar com minha mente no estado "normal", pois é muito impactante perder um filho, mas existe em mim bem lá no fundo um sentimento que nem eu mesma sei explicar, é como se algo me dissesse que algo ruim vai acontecer se eu tentar de novo e eu não sei se foram revelações mas eu ando tendo uns sonhos estranhos eu sonho que eu tô grávida e perdendo meu bebê. Primeiro a gravidez é de poucos meses e minha barriga ainda está pequena e depois eu sonho com uma barriga já grande de umas 32 semanas e eu sempre perco meu bebê as vezes eu vejo, nos meus sonhos, é claro sangue escorrendo pelas minhas pernas ou então eu tô em uma sala cirúrgica e tô perdendo meu filho ou tô perdendo minha vida. Essa semana na noite de segunda para terça-feira eu sonhei com uma estrada de terra curta a aparecia uma pessoa que eu nunca vi na minha vida, totalmente desconhecida mesmo e me disse que aquela estrada era minha vida que estava se encurtando e na noite de ontém para hoje eu sonhei com um monte de roupinhas de nenê, mas esse sonho é velho desde criança que eu as vezes tenho esse sonho com várias roupinhas de bebê todas colorias: branca amarelinha, vermelha e outras cores, acho que é minha vontade de ser mãe.
Eu tenho medo mas eu sou teimosa, hoje mesmo eu peguei uma receita com meu primo (médico) para começar a tomar ácido-fólico.
Eu vou orar muito a Deus para que nada de ruim aconteça e para que ele e Nossa Senhora Aparecida possam me ajudar e se tudo der certo eu tenho várias promessas para cumprir.
É que as vezes bate um desânimo e eu fico me perguntando lá no fundo bem quietinha só nos meus pensamentos será que Deus deixou o dom de ser mãe para mim será que Ele vai permitir que isso aconteça e se aconteçer aquela sensação que eu tenho que alguma coisa pode dar errado ou que eu posso perder minha vida ou que posso perder alguém que amo muito em minha vida  será que vai passar e vai ficar tudo bem?
Infelizmente ninguém sabe... 
Deus não deixe que aconteça nada de mal e me permita ser feliz, eu só quero isso eu não peço a Deus riqueza nem luxo nem nada extraordinário, eu só peço que ele me permita pagar minhas contas com o que eu ganho e ter pelo menos dois filhos(será que tô pedindo demais ) e ser feliz com minha família que é a coisa mais importante do mundo prá mim.

quarta-feira, 15 de agosto de 2012


 Altar Virtual dos Anjos
 
http://www.jesusfontedeaguaviva.com.br/wp-content/uploads/2011/08/dogma-assuncao-nossa-senhora.jpg

Photobucket
Encontrei esse altar na net, passeando pelo google, aproveitem e façam aqui suas orações, seus pedidos e agradecimentos peça também pelo seu anjinho (não esqueça de mencionar o nome dele(a)) para que ele(a) encontre a paz que precisa, para que por interceção dos Anjos Jesus nos conceda a graça de alcançarmos o nosso tão sonhado milagre. Um forte abraço meninas e boa soerte a nós todas.



terça-feira, 14 de agosto de 2012

Desabafo

Gente hj eu vim aqui contar para vcs o que tive que ouvir.
Na cidade onde trabalho morreu um senhor, ele é pai de 4 alunos da escola onde trabalho, morreu bem no dia dos pais e foi a maior tristeza, prestamos homenagem e os professores levaram os alunos para fazer uma visita para a família e prestar solidariedade ontem.
Hoje eu não fui trabalher pois é o dia da minha f"olga" entre aspas né pois dona de casa já viu, bem como eu ia dizendo recebi uma visitas hoje de alguns parentes, inclusive a esposa de um primo meu que está grávida de uma menina e já vai ter esse mês, está esperando só mesmo a hora do parto, aí conversa vai, conversa vem eu comentei sobre a morte do senhor, falei da homenagem que eu achei muito emocionante e de repente minha tia vira prá mim e diz assim é por isso que eu falo você ficou tão triste quando você perdeu seus filhos e existe coisa muito pior, eu falei como assim aí ela disse a morte desse homem foi muito pior que a perda dos seus filhos eu falei assim mas ninguém pode comparar uma coisa dessa não então ela falou assim é pior sim ele era um pai de família e agora a mulher dele ficou viuva e com 4 filhos prá sustentar põe na balança prá você ver, eu falei assim prá família dele foi difícil mas prá mim nada se compara a perda dos meus filhos, eu fiquei muito triste por esse homem mas você não acha que eu não fiquei muito mais triste com a perda dos meus filhos não, esse homem eu nem conheço os filhos dele eu tô conhecendo agora e meus filhos eram dois pedaçod de mim e é por isso que eu também digo só sabe da dor quem passa por ela aí eu continuei falando prá ela sua nora tá grávida já na hora da sua netinha nascer você acha que se Deus a livre e guade que eu não desejo isso nem para meu piuor inimigo mas se ela perdesse a menininha que ela tá esperando agora como você acho que ela e meu primo que é seu filho vão ficar do jeito que ele só fala nessa filha que vai nascer?
Aí ela ah! é é cada qual com sua dor, então minha outra tia entro no meio e disse assim ninguém pode tomar o sofrimento dos outros prá si não e você Amanda fica com essa confusão com a perda desses filhos para com isso.
Eu falei assim eu fico triste mesmo os filhos eram meus só eu e que sei.

Gente as vezes é impressionante, eu não sei o que acontece mas parece que prá algumas pessoas parece que o que a gente passa não é nada.

domingo, 12 de agosto de 2012

Esse é o mais novo membro da minha família, Matheus nasceu dia 07/08/12:

Parabéns aos papais Fernando (meu primo) e Jananina por mais esse bisneto para nossa avó Dária.

sábado, 11 de agosto de 2012

Homenagem para todos os Papais de Anjo

Papai, amanhã é seu dia, e como lembrança vai esse lindo vídeo com uma mensagem que traduz um pouco do que você sentiu e sente desde que parti desse mundo, mas não se esqueça estaremos eternamente ligados por um laço inquebrantável, o laço do amor.


Sei que seu coração amanhã deve está sangrado de dor pela falta que eu estou fazendo, mas você precisa ser forte, consolar a mamãe que também se sente em desespero e te peço que nunca desista, continue lutando pelos seus sonhos, por nossa família e sempre que precisar pode contar comigo papai, pois mesmo estando aqui no céu com os outros anjos e com Deus vou sempre dar uma "forcinha" no que você e nossa família precisar afinal a vida continua papai, mesmo sem mim.
Sabe papai, aprendi que na vida existem coisas que nos deixam muito triste, mas mesmo quando tudo parece está perdido e mesmo vivendo um  sofrimento que parece não ter fim não devemos desistir de lutar pela nossa felicidade, e foi inspirado nesse vídeo abaixo que chegeui a essa conclusão, assista você também pai:


Espero que você goste da homenagem que fiz para você papai, é simples mas é com todo meu amor.
Ass: Seus Anjos.

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Desabafo

Gente hj eu vim me desabafar.Tô passando por uma afição! Eu havia feito uma cauterizão né como postei aqui aí essa semana eu tive um ressecamento intestinal muuuuuuuuuuuuuuuito forte, na hora de fazer cocô doía taaaaaaaaaaaaanto que chegou ao ponto de sair sangue, acho que ficou inflamadinho o local sabe e como eu tô trabalhando em uma escola, quando eu cheguei no meu trabalho eu fiz de tudo para aguentar o máximo que eu pude, mas eu tava sentindo muuuuuuuuuita dor, a dor era na região lombar todinha, doía minhas pernas, atrás das pernas sabe e a dor ia até o joelho, não aguentei, pedi meu patrão que me liberasse prá eu ir prá casa pois eu não tava me sentindo bem e que achava que estava até com febre, ele me liberou mas não para por aí, quando eu cheguei em casa notei que estava com sangramento via vaginal, aí eu levei um susto porque minha monstra desceu no dia 17 do mês passado, então não poderia ser, peguei o telefone e liguei para meu GO e falei tudinho o que tava acontecendo, a ligação tava horrível quase não entedi o que ele falava e nem ele entendeu direito o que eu falava, acho que é porque ele tá em outro país participando de um "congresso", só consegui entender direito uma frase que ele me disse que se continuasse assim eu ligasse prá ele no  dia seguinte que seria hj, mas eu não consegui fazer a ligação e meu sangramento aumentou um pouquinho, fiquei com muito medo, apavorada mesmo sabe. Ao ver o sangramento só me lembrei das minhas perdas gestacionais, isso me abalou tanto foi como se eu tivesse vivendo tudo novamente.
Na minha cidade só há uma GO e passei experiências traumáticas com ela, além de ouvir diversas histórias terríveis que aconteceram na clínica dela depois que perdi meu 2º bb. Fiquei sem saber a quem recorrer pois meu GO é de outra cidade e eu tenho ótimas referências dele, inclusive já conheci 4 mães que não conseguiam ter filhos, passavam pelo processo de perdas e ele curou todas elas hj elas estão muito felizes com seus filhotes no colo, apesar disso não conheço nenhum outro Go.
Meu ressecamento passou graças a Deus, mas o sangramento continua, pesquisei na net e li que é normal depois de 7 a 10 dias da cauterização ter um sangramento discreto, mas o meu começou com 13 dias depois da cauterização, o que vcs acham?

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Oi gente! passando pelo Google e sem querer olha só o que encontrei sobre altura uterina: